Arquivo para novembro, 2008

Fim de ano novo

Posted in tolerância zero on novembro 30, 2008 by Mr. T

E lá vai o ano terminando.
As vezes tenho a impressão de que todos os anos terminam iguais.
Pessoas programando as férias, propaganda de brinquedos na TV, papai noel no Shopping em Novembro, Amigo-Secreto, festinha de comemoração da firma, campanha “humanitária” de canal de TV, Show do Roberto Carlos, Retrospectiva do ano q termina.

Não vejo graça na maior parte dessas coisas.
Sim, não sou humano, sou Venusiano.
Não vejo graça em pessoas emocionadas que dizem o que não querem só pelo momento ou para “agradar” o ouvinte.
Não vejo graça encontrar pessoas que passam o ano sem ter dar a mínima, mas agora, que é fim de ano, viram seus melhores amigos.

Não quero amigos que me encontram pra “festinha de comemoração”.
Quero amigos que me ligam numa segunda-feira ordinária, que me encontram pra um café num domingo chuvoso.
É o dia-a-dia que importa.

Reveillon, Natal, carnaval… todos maquiagens para que pacotes turísticos, panetones e sexo sejam vendidos. Não necessariamente nesta ordem…
Agora, além do Didí, Padre Marcelo também está engajado em conseguir a SUA doação para a causa deles.
Provavelmente os seus 20 reais doados pelo telefone vão alimentar alguns menos favorecidos, que só se alimentam e se vestem no fim de ano, com a SUA (legalmente da Globo) doação.
Você ainda corre o risco de receber um parente que achou legal fazer as compras de fim de ano na capital, e ficar na sua casa e te arrastar para ruas abarrotadas de consumidores anciosos parece-lhe realmente uma boa opção.

Mas, é “Fim de Ano, tempo de paz”.
¬¬

Falando em paz, vou instalar um filtro mandando pra lixeira todo e qualquer e-mail que tenha “paz” no meio.
Aliás, tb posso mandar uma resposta automática: “Obrigado pelos seus votos natalinos, espero q se engasgue com essa crise de bondade repentina.”
😉

Mr. T…. Que mau humor.
=/
Eu sei. Gosto das minhas crises repentinas de mau humor.
As conservo em lugar seco,  arejado e longe das crianças…
Afinal, ano que vem já logo está aí, e tudo começa novamente.