O Game encontra a Arte

A tempos os games romperam a barreira do que lhe define como “entretenimento” e coloca sua cara no vasto mundo da Arte.

O cinema, por exemplo, tem se inspirado em games, não só como fonte de roteiro e cenário mas também como base para um estilo visual.

Dessa vez, acredito que um degrau precioso tenha sido conquistado. Digo isso depois de ter o prazer de ter jogado neste fim de semana o ROCK BAND BEATLES.

[Aumente o volume de sou computador, e veja este filme.]
Ele resume algumas dezenas de palavras que eu ia tentar lhe dizer e iria falhar flagorosamenet.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “O Game encontra a Arte“, posted with vodpod

Entendeu agora?
Não é um “joguinho de video-game com música dos Beatles”.
É um jogo que foi feito com a inspiração dos mesmos.

Não só a música, mas o conceito artístico-visual, a “interface” do jogador.

Tudo, cheira Beatles.

Não sei de vocês, mas para mim, fã incondicional, é uma experiência que dá alguns arrepios.
Posso parecer um fanboy exagerado, mas essa é a reação que o jogo provoca.

Aqui tem um clipe com cenas do game-play.
A quem interesar, ele possui suporte para multiplos microfones do XBox onde vocal principal e base cantam de forma separada.
Taí o primeiro motivo para eu começar a pensar em comprar um Xbox…
(e para que o Thiago faça o mesmo)
hehehe

Anúncios

2 Respostas to “O Game encontra a Arte”

  1. E ainda diz que o Wii tem jeito de video game para animar festa… 😛

    Bem, eu não me interesso por esse tipo de jogo. Um Guitar Hero só com guitarra já basta. Mas é realmente lindo, altíssima qualidade de efeitos áudio-visuais e muita criatividade.

    Acho que uma parte de minha implicância com o XBox vem do fato de ser da Microsoft. Primeiro, porque está no mercado dos consoles há pouco tempo. Segundo, porque a Microsoft tem má fama de privilegiar a quantidade sobre a qualidade nas linhas de produção. E ainda tem a má fama do próprio XBox, que dizem que dá defeito muito facilmente.

    É preconceito mesmo.

    Quanto ao custo dos jogos, não é mais ou menos o mesmo no XBox e no PS3? Podem me chamar de careta, mas eu prefiro comprar original, mesmo que seja no máximo só 1 por mês. E o PS3 já tem uma boa gama de jogos, além de pegar os jogos dos PSs antigos.

    Ou não.

  2. JuniorMatos Says:

    Gostaria de te convidar para partipar de uma rede de conteúdo, caso tenha interesse me adiciona no msn ocasional81@yahoo.com.br ou me manda um email. Abs, Matos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: