quem sou eu?

Não, não é da pergunta filosófica sobre quem somos e pra onde vamos. (acho que isso foi no post anterior)

Lembro de uma teoria (a qual não lembro o autor, claro) que dizia que somos 3 pessoas.
Aquele que é visto por outros, o que tem a forma qual nos vemos e o que somos realmente.

Um assunto aleatório na internet hoje (hoje nada, umas 3 semanas atrás) me fez pensar sobre este primeiro.
Quem somos nós para os outros?

Já presenciei momentos curiosos sobre como a minha pessoa é vista por terceiros.
De  maconheiro a ‘almofadinha’ (seja lá o que for).
Além de uns mais comuns, nerd, playboy,bom-moço e bicho-grilo.

É claro que isso tudo não define quem somos, que tais primeiras impressões vão por água a baixo com 5 minutos de conversa.
Mais claro ainda, é que não sou nenhum destes esteriótipos e que sou todos ao mesmo tempo.

Ninguém é tão complexo que se precise de 1001 definições, e ninguém é tão simples que não possa ser definido por um “gosto” ou “não gosto”.
Não podemos ser definidos por um rótulo ao mesmo tempo que não podemos definir.

Sou anti-social? Sou palhaço?
Sou os dois. E sou mais um monte de coisas.
Sou até aquilo que tento não ser. Todos somos.

O ponto é, gostaria de ser simples.
Mas não sou.
Gostaria de ser aquilo que as pessoas olham, mas não sou.
Você pode tirar sua impressão na primeira olhada, ou logo depois do “olá”.
Você só não pode esperar que eu me restrinjo àquilo.

Nem eu, nem você.

“Somos tudo e todos, o tempo inteiro”.

Anúncios

3 Respostas to “quem sou eu?”

  1. citou o x do cambio negro, muito bem observado caro amigo Léo. Lendo suas reflexoes desportistas, fiquei surpreso, por que não dizer, chateado, sim chateado, por voce não incluir no seu hall de opções, o futebol (não o football americano). Do nosso time histórico, onde eu de certa forma, me sobressaia, por jogar e diversas posições e todas com relativos sucesso (goleiro melhor que o gua e o djalma e o rogério juntos, diz aí? , atacante pique fenômeno, que fazia os gols mais espíritas de todos os tempos, zagueiro nato ainda por cima ), você era um dos melhores, tá pra nascer no campo de asfalto, um jogador que agregasse técnica, categoria, extrema criatividade no setor de meio campo , todos estes requisitos aliados ao futebol RAÇA que eu só vi em ícones como Dunga, Valderrama, entre outros.
    irei ler mais seu blog…abraço meu irmao

  2. Mr. T [himself] Says:

    É melhor ler isso que ser cego, né amigo Luis. XD não esqueça que o goleiro moor era você, sem contar na HABILIDADE dentro da pequena área adversária.
    Quem é Garrincha, jogando bola no asfalto como meu caro amigo Luis… coitado…

  3. Psicanaliticamente falando: Ego, Eu ou Id: aquilo que sou para os outros. Isso: o que fui originalmente antes de ser modificado pela cultura. Eu Poroso: metade Id, metade Isso. Eu Ideal: aquilo que eu acho que preciso ser para agradar os outros.
    A resposta portanto é: sou único mas sou muitos, e muitos de mim brigam comigo mesmo, sou para os outros e para mim, sou bom e mau, triste e feliz e todos os etc imagináveis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: