sonhos alheios

Tenho colecionado lembranças de alguns sonhos nitidamente diferentes.
O que acabo de ter, entra pra esse seleta lista.

Esse é o segundo sonho que tenho a clara impressão que estou sonhando o sonho de outra pessoa.
Os personagens do sonho não me são conhecidos, ou o lugar, ou a situação.
Não sou eu. É alguém fazendo coisas que não faço.

Hoje, era um músico, com uma roda de músicos, amigos de longa data.
Um deles, apelidado de Mussum, em homenagem bem humorada ao saudoso Trapalhão.

Por algum motivo, eu sabia que ele teria um ataque fulminante de coração, e por algum motivo, mudei algo no fim da apresentação e tocamos uma música de improviso, uma música em que eu e o Mussum tivemos grande destaque, ele com percurssão, eu com um baixo (ou era violoncelo?).
Ao terminarmos a música,  a platéia ficou em silêncio. Não que não tivessem gostado, mas que estavam surpresos demais.
Trocamos olhares, perguntei se ele iria se lembrar da música para colocá-la no papel, ele disse, “sim, deixa comigo”.
O que seria ótimo, pra mim, pois na minha cabeça maluca, era um compromisso que ele assumia e o manteria afastado da morte.

O engano foi curto, pois Mussum teve um ataque ali, na minha frente.
Faleceu nos meus braços.
Eu acordei.
Acho que tem um músico bem triste em algum lugar desse mundo, nesse momento.
Eu só queria dizer, que entendo sua dor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: