Sonhos

Posted in idéias descabidas on abril 18, 2016 by Mr. T

Sonhei com um abraço.
Não, foi isso que lembrei do sonho, um abraço.
Mas não era qualquer abraço, era um abraço caloroso, fraternal, sensual.
Um abraço que te completa, te conforta, que te faz querer prender a respiração para que o tempo não ande nem um pouquinho.
Era um abraço que você se lembra dele depois, mesmo quando esquece um sonho inteiro.
Sinto saudade desse abraço.

Não me lembro da abraçante. Que coisa.

Posted in idéias descabidas on fevereiro 15, 2013 by Mr. T

Solidão as vezes é uma coisa engraçada.
😦

sitcom

Posted in idéias descabidas on fevereiro 10, 2013 by Mr. T

A vida está estranha.

Sendo a minha uma sitcom, acho que estamos em mudança de temporada.

Provavelmente daquelas em que mudaram os roteiristas, que ninguém sabe onde vai dar.

Por que as vezes, é assim que me sinto.

Todos aqueles planos que você fez enquanto moleque, todos eles vão ficando num passado, na caixa de desejos impossíveis.
Tá lá, ao lado do de ser astronauta e viajar no tempo…

E ai?
Essa é a hora dos dilemas da humanidade, “de onde viemos”, “para onde vamos” ganham uma conotação pessoal.

Bom, vou parar por aqui e tentar publicar logo esse texto, antes que eu repita pela terceira vez o ato de apagar tudo que escreví.
É irritante e não quero transformar isto em muro das lamentações.
Pelo contrário, pretendo voltar à era dos bons tempos… aqueles, você sabe. Todo mundo teve um…

 

canso…

Posted in idéias descabidas on fevereiro 10, 2013 by Mr. T

…me canso do esforço, as vezes.
Esse esforço de imaginar que tudo, uma hora, há de melhorar.

Me canso desse diabo desse mundo hipócrita, em que as mesmas pessoas que denunciam e se indignam, esquecem em fortalecem o coro do “mas é carnaval”.

Desculpem-me, não é um post sobre a festa da carne, e como socialmente, um monte de coisas são permitidas.

As vezes quero olhar para as pessoas e perguntar: afinal, o que diabos você quer?
Quero botar todos frente a frente, radicais e conservadores, direita e esquerda, todos estes na ponta extrema do radicalismo, das maiorias.

O que vocês querem?

 

Leitura opcional

Posted in idéias descabidas on dezembro 26, 2012 by Mr. T

Inspiração, posso dizer, é uma merda.

5 meses sem computador em casa, e essa bendita me aparece quando estou longe de um.
A preferência, pelo visto, é ao dirigir.
Ah… Aí aparece tudo. Idéias oportunas em momentos descabidos.
Agora, cá estou em frente a um computador e…
cri… cri… cri…

Malditos.
Enrolo, me esforço, tento lembrar de algo que pensava, mas só me vem reclamações de Facebook.
Me recuso categoricamente em vir fazer mimimi de facebook aqui, em meu próprio blog. O espacinho virtual que chamo de meu…
Tá, o subconsciente manda dizer que fim de ano está aí, que é uma ótima hora para falar disso. O consciente já gritou, “vão pra merda, fizemos isso ano passado, não basta?”

Fico na dúvida, falar ou não.
Faço os dois. Afinal, preciso e não preciso falar tudo aquilo que já falam.
Que é um momento de reflexão, de balanço, de projeções.
(sono)

Bom, a grosso modo, muda pouca coisa. Além dos impostos que estão felizes e sorridentes te esperando em Janeiro, o ano vai virar e nada mudou, sequer o planeta acabou, quanto mais você vai conseguir por aquela promessa em dia.

As próximas reclamações serão aquelas que falam que o país só vai começar depois do carnaval. Ainda que seja verdade, precisa repetir sempre?

Bem, o mundo não vive de dualidades, como já disse, não somos pretos ou brancos, somos todos os tons de cinza que existem entre eles. Merda, lembrei do diabo do livro. Maldição.
Mas vocês entenderam, meus 3 leitores…
Não dá pra fazer um balanço, “meu ano foi ótimo”, “não, o meu foi uma merda”.
Ele teve de tudo. Coisas boas, ruins, péssimas e ótimas.
Sequer foi tudo o que eu queria que ele fosse, mas diabos, essa não é parte da graça da vida?
Não temos o controle sobre tudo, e temos que conviver com isso.
Antes que eu me delongue e o texto vire algo parecido com auto-ajuda, deixo meus votos de feliz ano novo a todos vocês.
Que nos preocupemos cada vez mais com o que importa, nos dediquemos a apreciar as coisas pequenas da vida, por que a simplicidade é um belo caminho a se percorrer, seja lá para onde está indo…

Sem título

Posted in idéias descabidas on novembro 18, 2012 by Mr. T

Sinto que se eu fosse budista, hoje estaria em busca do Nirvana.

(encontrado em “não publicado”. Não sei a data de criação)

Inevitabilidade do inevitável

Posted in idéias descabidas on novembro 18, 2012 by Mr. T

As coisas mudam. Ponto.

image

Não há muita coisa que você ou eu possamos fazer.
Não adianta nos segurarmos em um saudosismo, em lembranças
de como o antigamente era bom, por que a mudança tá ali, na dela.
E vai continuar lá.
Olhemos com mais calma…
A mudança também pode ser boa.
Como já falei antes, é sempre a chance de um novo começo.
Sei que não é exatamente um texto inspirador, mas a verdade é essa: tudo muda.
O que você vai fazer a respeito?

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.